Cirurgia após grande perda de peso

O aumento da incidência da obesidade e dos problemas à saúde secundários a ela aperfeiçoou os tratamentos desta patologia. Atualmente são comuns indivíduos que conseguiram emagrecer mais de 40 kg por meio de tratamento clínico ou de cirurgia bariátrica. Quase sempre a pele não resiste; apresenta atrofia da derme, perda de elasticidade, ruptura da estrutura do colágeno e excesso generalizado. Estas sobras acometem qualquer região, mas são mais evidentes nos braços, mamas, abdome e coxa.

O tratamento cirúrgico são as dermolipectomias descritas nos capítulos específicos. Nos casos de flacidez generalizada não é possível a cirurgia de todas as áreas. O recomendável é começar com as regiões que mais incomodam e combinar cirurgias somente quando não implicar em procedimento demasiadamente grande. Por exemplo, combinar a dermolipectomia de braços com a de coxas, ou mamaplastia com abdominoplastia. Contudo, há casos em que é operada apenas uma região como em uma abdominoplastia em âncora com retirada de mais de 6 kg de tecido.

© 2011. JASON CIRURGIA PLÁSTICA. Todos os direitos reservados

RS Web Interactive: Criação de sites