TOXINA BOTULÍNICA

A toxina botulínica é produzida por uma bactéria (Clostridium botulinum) que possui o efeito de causar paralisia muscular. Esta ação usada seletivamente para alguns grupos de músculos faciais produzem rejuvenescimento ao atenuar rugas dinâmicas. Seus efeitos mais desejados são atenuação das rugas frontais, laterais das pálpebras (pés-de-galinha) e labiais, elevação da cauda do supercílio e atenuação das pregas verticais do pescoço.

As aplicações são realizadas em consultório por meio de injeções com seringas e microagulhas nos pontos previamente planejados de acordo com os tipos de ruga do paciente. O resultado aparece após 72 horas.

O efeito da toxina botulínica é temporário e varia entre quatro a seis meses após a aplicação. Os homens possuem recuperação mais rápida devido à musculatura mais forte.

Outras indicações

Hiperidrose A toxina botulínica quando aplicada no subcutâneo provoca uma diminuição da produção das glândulas sudoríparas, por isso é utilizada em pacientes com hiperidrose axilar, plantar e palmar (aumento de produção de suor na axila, mãos e pés).

Blefaroespasmo O blefaroespasmo se caracteriza pela hipertonia e contrações involuntárias do músculo orbicular dos olhos. Isto ocasiona um piscar exagerado que evolui com dificuldade de abrir os olhos. A aplicação de toxina botulínica é o tratamento de primeira escolha. A cirurgia de ressecção muscular é reservada apenas para os casos mais graves e resistentes à toxina.

© 2011. JASON CIRURGIA PLÁSTICA. Todos os direitos reservados

RS Web Interactive: Criação de sites